Automação na mineração: uma realidade

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A automação na mineração não visa somente o aumento de produtividade e a redução de custos operacionais. Uma de suas consequências mais importantes é a retirada do elemento humano do ambiente inseguro das minas, ao substituí-lo pelas máquinas.

Em uma mina automatizada, as máquinas fazem o trabalho perigoso e insalubre. Enquanto isso, as pessoas assumem cargos nas centrais de comando e monitoramento remoto, muitas vezes, situadas a quilômetros de distância.

Siga com a leitura até o final do artigo, para saber como funciona a automação na mineração.

 

A automação na mineração 4.0

No contexto da indústria 4.0, ou quarta revolução industrial, surge a mineração 4.0. Os avanços das inovações tecnológicas no setor minerário levaram à mecanização de processos operacionais com monitoramento remoto. Quer saber como isso funciona na mina?

 

Como é a operação de uma mina inteligente?

Imagine que você está visualizando o interior de uma mina funcionando com recursos tecnológicos avançados. Sabe o que vai ver?

No trabalho subterrâneo quase não há pessoas circulando. As máquinas autônomas fazem o trabalho antes executado pelos mineiros. Veículos se movimentam sem operadores físicos, executando tarefas variadas.

Debaixo da terra, ventilação e compressores estão em perfeito funcionamento. Depois de extraído, o minério é recolhido e transportado por máquinas autônomas. O sistema de guincho é automatizado.

Já na superfície, outras máquinas inteligentes recolhem e transportam o material extraído. Os britadores para fragmentação do minério são monitorados à distância. Os circuitos de moagem também são automatizados.

Após o refino, o material chega ao sistema transportador e daí aos vagões dos trens inteligentes, que também dispensam operadores. O sistema de carregamento é automatizado, bem como as empilhadeiras/recuperadoras.

Ao chegar ao porto, o sistema de carregamento dos navios também é automatizado.

É importante lembrar que, durante todo o processo, são capturados dados para análise e embasamento de decisões. Os próprios equipamentos emitem alertas quanto à necessidade de manutenção, por exemplo.

 

Onde estão as pessoas?

Em vez de atuarem fisicamente na mina, as pessoas estão nas posições de comando e monitoramento remoto, muitas vezes a quilômetros de distância. Nas centrais de controle, a tecnologia digital permite uma visão integral da mina, desde a extração até a chegada do produto ao mercado.

Recursos como realidade virtual e realidade aumentada dão suporte para maior eficiência dos humanos em suas novas funções.

Assim, a automação na mineração passa a exigir um tipo diferente de qualificação ao pessoal que atua na área.

E por que a mineração 4.0 traz benefícios ao setor?

As vantagens da tecnologia na mineração são muitas. Vamos ver algumas:

– A integração de sistemas facilita a gestão.

– Máquinas são mais rápidas e podem operar 24 horas por dia, sem descanso.

– Os processos automatizados minimizam perdas e reduzem custos.

– O desperdício é menor e há menos emissão de poluentes.

– Há um controle mais eficiente na manutenção de máquinas e equipamentos.

– Menor número de pessoas em ambientes inseguros, reduzindo acidentes de trabalho.

– Há mais facilidade para atender regulamentações.

– A gestão com base em dados confiáveis é mais assertiva.

 

Então, agora você já sabe que as máquinas utilizadas nas minas estão cada vez mais inteligentes e a automação na mineração traz uma série de vantagens ao setor, para atender à demanda do mercado global.

 

Gostou do artigo? Então compartilhe com os amigos em suas redes sociais, eles também vão gostar!

Mais para explorar