Geradores de energia nos serviços essenciais

Geradores de energia nos serviços essenciais

Empresas de serviços essenciais aumentam demanda por uso de geradores.

 O que são serviços essenciais?

Durante a pandemia da COVID-19, causada pelo novo coronavírus, algumas atividades foram consideradas essenciais, por garantirem sobrevivência à comunidade.

O objetivo da determinação desses serviços, é impedir a interrupção de atividades e do fornecimento de insumos e materiais necessários à saúde, abastecimento e segurança da população.

A importância dos geradores de energia na pandemia

Em virtude da necessidade do isolamento social no controle da pandemia, um novo cenário está se descortinando nos serviços essenciais.

A demanda de energia elétrica vem aumentando, principalmente por parte de empresas prestadoras de serviços essenciais, como hospitais, setores alimentícios, farmacêuticos, postos de combustíveis e supermercados, por exemplo.

Com o uso de um gerador de energia durante um apagão, a alimentação dos circuitos que protegem o local é mantida, entrando o equipamento em atividade, imediatamente.

Algumas empresas já fazem uso de geradores, pois em algumas situações, a queda de energia elétrica coloca a vida de pessoas em risco, como no caso de hospitais e clínicas, que mantêm pacientes ligados em aparelhos que demandam eletricidade.

Analisando danos provocados pela falta de eletricidade em alguns serviços essenciais

Hospitais e estabelecimentos de saúde – A queda no fornecimento de energia em estabelecimentos de saúde pode trazer consequências graves, que vão desde os serviços de portaria, elevador, cozinha, lavanderia, UTI, sala de cirurgia, até o desligamento de aparelhos que mantêm a vida dos pacientes, podendo levá-los a óbito ou a sequelas graves.

O Ministério da Saúde estabeleceu que todas as redes de saúde possuam um gerador para ser usado em casos de emergências na rede elétrica.

Laboratórios – Os laboratórios, de forma geral, utilizam a energia elétrica em instrumentos de processos e experimentos, ligados dia e noite.

Estima-se que o consumo de um conjunto médio de laboratórios seja de cinco a dez vezes o de uma edificação de escritórios padrão e que equipamentos essenciais funcionando 24 horas por dia, consomem de três a quatro vezes a energia de uma casa comum.

Por serem locais extremamente intensos no uso de energia, o uso de um gerador é vital para a continuidade da qualidade de seus serviços.

Supermercados e estabelecimentos comerciais – Um apagão em estabelecimentos comerciais, pode provocar prejuízos incalculáveis, como:

  • Perda de faturamento, por inviabilidade de operação dos caixas
  • Furtos em decorrência de falhas no sistema de segurança
  • Prejuízo causado pela deterioração de alimentos acondicionados em refrigeradores ou freezers, dentre outras consequências

A utilização de um gerador nesses locais, previne vários inconvenientes e mantém os consumidores mais confiantes ao utilizarem seus serviços

Concluindo

A energia elétrica está presente em todos os setores de atividades essenciais e pode ser interrompida por vários fatores, dentre eles, a sobrecarga no processo de distribuição e as intempéries climáticas, fenômenos imprevisíveis, que causam estragos expressivos.

O uso do gerador garante a retomada imediata da eletricidade, através de acionamento manual ou automático, minimizando os riscos e assegurando o funcionamento e a garantia dos serviços essenciais.

Curtiu o artigo? Entre em contato com nosso time especializado e garanta já o gerador ideal para o seu negócio.

Compartilhar este post

Fique por dentro das nossas novidades. Assine nossa newsletter.