Geradores para indústria: o que você precisa saber?

Geradores para indústria: o que você precisa saber?

Se os nossos principais bens de consumo são derivados da indústria (alimentação, vestuário, transporte e meios de comunicação), podemos dizer que o setor industrial é parcela fundamental para o bom desenvolvimento econômico do país, correto?

A energia elétrica, por sua vez, tem papel fundamental para que esse desempenho seja cada vez melhor.

As atividades industriais são responsáveis por 46% do consumo total de energia elétrica no Brasil, sendo uma área que essencialmente necessita de alta demanda energética para produzir.

Em tempos de instabilidade das companhias de energia no país, os geradores de energia para indústria entram como importantes aliados para complementar o abastecimento local, assegurando que a produtividade do setor seguirá com eficiência.

No post de hoje, vamos te mostrar tudo que você precisa saber sobre geradores para a indústria.

Saiba agora a importância de um gerador para a indústria!

É a energia elétrica que movimenta grande parte dos equipamentos relativos ao setor industrial: máquinas, esteiras, iluminação, computadores são alguns exemplos. É também a força que rege hospitais, datas centers, fábricas e telecomunicações.

E para que a produtividade siga sem maiores conflitos, adquirir um gerador de energia para indústria dá a segurança e capacidade energética exigida durante o processo de produção.

O gerador entra em ação principalmente nos casos onde há interrupção na transmissão de energia, consequência da instabilidade do serviço de distribuição de energia em maior parte do território nacional, feita por hidrelétricas. O restabelecimento da linha de produção está garantido com o uso do gerador.

Veja agora outros pontos positivos de obter geradores para indústria:

Fornecimento de energia garantido

Em apagões ou em situação de variação energética da região, o gerador de energia consegue suprir qualquer necessidade de consumo a curto e longo prazo.

Redução no consumo de energia

O pico de consumo de energia ocorre entre as 18h e 21h. O gerador de energia ativado neste período ajuda a reduzir os níveis de consumo de energia elétrica. Além disso, o gerador para indústria contribui na economia de energia em até 30%.

Máxima eficiência energética

Independente da ocasião e propósito, com o gerador de energia é possível aproveitar ao máximo a capacidade energética difundido pelo equipamento.

Autonomia energética

Ter um gerador de energia próprio garante autonomia energética para a empresa, anulando a preocupação com a instabilidade na transmissão de energia da região.

O gerador mantém o fornecimento de energia de modo contínuo.

Manutenção programada

Para que o gerador siga operando em sua máxima capacidade, sua manutenção deve ser feita regularmente. Limpeza de canos, identificação dos níveis de combustível e poeira acumulada e tubulação de ar são alguns itens a serem analisados na manutenção.

A manutenção do gerador deve acontecer de modo intercalado (diário, semanal, mensal, semestral e anual) pois facilita os serviços de reparação.

E quais são os principais tipos de geradores industriais?

Os geradores para indústria são robustos e devem possuir potência e capacidade energética suficientes para suprir a alta demanda energética do setor.

A potência indicada para a indústria é a partir de 10 kVA a 2500 kVA. Para saber como escolher o modelo de gerador ideal, é preciso fazer seu dimensionamento. Neste artigo, explicamos em detalhes como esse processo funciona. Outro ponto que merece destaque é que o setor industrial exige geradores do tipo trifásico, de até 480 volts, otimizando a condição energética do setor.

Os grupos geradores podem são movidos a combustível, que podem ser a diesel, gás ou a gasolina, e cada um deles possui particularidades que devem ser levadas em consideração na hora de adquirí-lo.

Os geradores a diesel são mais resistentes e possuem baixo custo de manutenção, além de ter maior rentabilidade.

Os movido a gás se sobressaem ao do modelo a diesel devido a facilidade de aquisição do combustível e seu armazenamento. Também possuem menor impacto ao meio ambiente comparados ao do tipo a diesel, que tem altos níveis de emissões de gases nocivos a natureza.

Por fim, o gerador movido a gasolina tem valor de aquisição inferior aos anteriores, porém sua manutenção torna-se mais cara devido ao encarecimento do combustível.

Como vimos, escolher geradores para a indústria vai depender muito do objetivo que ele será utilizado.

Por isso, é importante consultar um profissional especializado para melhor orientar sobre esse assunto.

Nós da DCML podemos te ajudar neste processo!

A DCML oferece uma linha completa de grupos geradores de variadas potências, perfeita para complementar a eficiência energética da sua empresa, além de contar com assistência técnica especializada para efetuar qualquer reparo.

Ficou interessado? Para saber mais informações, acesse agora a nossa página e peça seu orçamento!

Compartilhar este post

Fique por dentro das nossas novidades. Assine nossa newsletter.