Gerador de energia: como funciona a instalação?

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Se você está pensando em adquirir um gerador de energia, é porque sentiu a necessidade de ter autossuficiência energética para seu negócio. E saber os índices de consumo, potência e características do equipamento são imprescindíveis antes de comprar um.

Todas essas informações também são relevantes para que o processo de instalação seja realizado da maneira correta para que o gerador consiga operar em sua máxima capacidade.

Apesar de parecerem complexos à primeira vista, estes equipamentos são fáceis de manusear e de instalar. No entanto, como qualquer ferramenta de alta performance, requerem atenção especial para que tudo seja feito com segurança.

No texto de hoje, vamos tirar todas a suas dúvidas e as recomendações necessárias quanto à instalação do gerador de energia.

Saiba agora como instalar o grupo gerador de energia!

Apesar de existirem diversos modelos de geradores no mercado, as diretrizes para seguir no processo de instalação são semelhantes à todas elas.

Esse conjunto de regras é estabelecido pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), órgão que propõe padronizar as características técnicas de produção feitas no Brasil.

Dentre as 22 atribuições presentes no item 6 da NBR 14664 relativas ao modo de instalação de um grupo motor gerador (GMG), destacamos:

  • Motor à altura livre para que o cárter seja inspecionado facilmente
  • O equipamento precisa ficar devidamente alinhado de modo que o GMG esteja bem fixado
  • Presença de bandeja para coleta do óleo
  • Fazer solda nas partes metálicas do gerador

Hoje em dia, o gerador de energia é facilmente encontrado em empresas de médio e grande porte dos mais diversos nichos.

Mas para quem deseja adquirir um gerador para sua residência, isso também é possível. Apesar de possuírem funções semelhantes, a performance individual de equipamento e forma de instalação são diferentes.

Em residências, exemplo, é recomendado investir em geradores portáteis devido à mobilidade de colocá-lo em outros cômodos da casa. Já os geradores para empresas são mais robustos e com maior capacidade de potência, pois o equipamento precisa estar fixo em um único espaço, fornecendo a energia necessária para todo o espaço da empresa.

E quais elementos precisam ser analisados ao instalar o gerador?

O principal elemento que precisa ser cuidadosamente estudado é o local onde o gerador será instalado.

Mesmo que o gerador seja instalado na parte interna ou externa, é importante observar se toda a área é protegida de umidade, substâncias corrosivas, exposição à luz intensa e se há circulação de ar suficiente para que o equipamento esteja bem refrigerado e conservado.

Além disso, são verificados os níveis de tensão (baixo, médio ou alto) e a distância que o equipamento vai ficar quanto ao quadro de distribuição. Calculado a distância, será possível saber a metragem exata dos cabos e conectores ligados ao gerador.

Nessa fase, é fundamental fazer o dimensionamento do grupo gerador, que vai servir para identificar o modo de consumo (caráter emergencial ou residual), potência e o índice de consumo total de energia elétrica (medido em watts) das máquinas e demais equipamentos conectados ao gerador.

Após acomodar o gerador, é hora de verificar se o equipamento está funcionando corretamente.

Os passos para tal procedimento são os seguintes:

  • Observar se existem pessoas trabalhando ou manuseando algum equipamento que esteja conectado ao gerador;
  • Medir o nível de óleo lubrificante do motor e água do radiador. Se estiverem baixos, complete-os
  • Colocar a chave do regulador de tensão no modo DESLIGA;
  • Colocar a chave geral de tensão (quadro de comando) no modo DESLIGA;
  • Acione o motor e deixe-o ligado sem carga durante alguns minutos;
  • Veja se os valores das correntes e frequência estão de acordo com os valores especificados;
  • Deixe o gerador agindo por mais 3 minutos e, depois, adicionar a carga exigida;
  • Observe se o disjuntor está desligado;
  • Em seguida, o motor deve funcionar por alguns minutos sem nenhum tipo de carga para que os sistemas de arrefecimento e lubrificação se estabilizem;
  • Desligue o motor totalmente

Os cuidados com o gerador de energia não terminam após sua instalação! A manutenção regular do equipamento potencializa e prolonga as operações, além de prevenir maiores ameaças externas que possam comprometer sua performance.

E falando nisso, todo o processo de análise, instalação e manutenção do gerador é de responsabilidade do engenheiro eletricista, profissional especializado em criar estratégias para geração, transmissão e distribuição de energia.

Portanto, não exite em contratar um bom engenheiro eletricista, ou de adquirir um contrato de manutenção para te ajudar a manter seu sistema de geração de energia em pleno funcionamento.

Agora que você já aprendeu como funciona a instalação do gerador de energia, é só escolher o tipo de equipamento correto para sua necessidade. Aqui na DCML, temos diversos conteúdos ricos sobre todo o universo da engenharia elétrica, em especial, os grupos geradores de energia.

E para te ajudar ainda mais, preparamos um guia completo sobre este tema. Clique aqui e baixe agora nosso ebook sobre como escolher o modelo ideal de gerador de energia para seu negócio!

Mais para explorar