Tecnologia na mineração: revolução com a internet das coisas

A tecnologia na mineração já é algo indissociável da atividade. Ao que tudo indica, são as soluções inovadoras e tecnológicas que vão ditar as regras daqui para frente.

A modernização da mineração responde aos mais diversos desafios encarados pelo setor, trazendo saídas para questões ambientais, sociais, de segurança e para a eficácia da extração. A Internet of Things (IoT) é uma das ferramentas que vem revolucionando a tecnologia na mineração.
Continue a leitura para conhecer as principais soluções e como vem sendo sua implementação:

O que é e como surgiu a IoT

O termo Internet of Things, que significa Internet das Coisas, surgiu em 1999 e foi criado por Kevin Ashton, do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Quando falamos em IoT, estamos nos referindo a todos os dispositivos capazes de enviar comandos, devolver dados, identificar presença, dentre outras funções. Por meio de sensores, chips e softwares, estes objetos podem se conectar de diversas formas, desde a web mundial até a rede particular de uma casa ou carro.

Já a aplicação específica da IoT no meio da indústria é conhecida como IIoT (IoT Industrial). Nesses ambientes, a tecnologia permite instrumentação e controle de sensores e dispositivos, automação e conexão máquina a máquina (M2M).

O conceito de Smart Mining

A Smart Mining, ou Mineração Inteligente está alinhada com a Indústria 4.0 e traz respostas aos maiores desafios da mineração por meio da tecnologia e inovação.

Procurando solucionar questões relacionadas à prevenção de acidentes, melhoria de resultados e diminuição de perdas, a Smart Mining traz formas mais inteligentes, sustentáveis, produtivas e com redução significativa de impactos sócio-ambientais.

As Smart Minings trazem soluções como:

● Automação;
● mineração virtual;
● reuso de água;
● novas tecnologias para tratar e dispor rejeitos;
● veículos autônomos e híbridos;
● eficiência energética;
● nanotecnologias;
● smart grid;
● transportadores inteligentes.

As maiores inovações da tecnologia na mineração

A IIoT traz para a mineração soluções que impactam em diversas dimensões. Algumas delas são:

Connected Mines
Um conceito abrangente, a Mina Conectada consegue captar todos os dados dos sistemas produtivos, da mina até o porto. São armazenados em nuvem, processam os dados de forma centralizada e depois distribuem as informações para todos os gestores da cadeia de produção.

Drones
A tecnologia na mineração certamente faz intenso uso dos drones para diversas funções. Eles podem, por exemplo, monitorar plantas de processamento e os estoques das pilhas de minério. Além de disponibilizar dados em tempo real ainda contribuem para a segurança, evitando a exposição dos colaboradores em áreas de maior risco.

Tecnologias Cloud Native

As soluções de IoT conseguem extrair dados de sensores e enviá-los diretamente para a nuvem, sem a necessidade de um servidor. Assim, as informações não precisam ser convertidas, não ficam expostas a falhas humanas ou perdas. O uso da nuvem é um incremento importante em velocidade e escalabilidade.

Wearables

Os dispositivos wearable não são necessariamente novos. Já são comuns há algumas décadas e integrados ao nosso dia a dia (GPS, aparelhos auditivos, smart watches). Porém apresentam novidades para a tecnologia na mineração.

Um desses exemplos são dispositivos instalados nos capacetes dos colaboradores. Eles permitem o monitoramento dos colaboradores, informando sua localização em tempo real, o que é um imenso ganho em termos de segurança.

A tecnologia na mineração certamente já está ditando os rumos da atividade. Ainda há desafios a ser superados, como o desconhecimento do potencial das novas tecnologias, objeções culturais e integrações (tecnologia da informação e tecnologia de operações). Contudo, a evolução é o caminho desejado por todos os players e demonstra que sua adoção é o caminho certo.

Você já conhecia essas inovações e tecnologias da mineração? Compartilhe este artigo com seus amigos que se interessam pelo assunto!